23 jul

O que é gramatura de papel?

Como mensurar gramaturas de papéis e escolher o ideal para cada trabalho?

De qual forma é utilizado e organizado esse tema na indústria gráfica, pontuada como uma das principais variantes que atribui qualidade a essa matéria. Qual é a melhor gramatura de papel para o seu impresso?

O QUE É GRAMATURA DO PAPEL?

É a medida da densidade expressa pela quantidade de gramas por metro quadrado na folha do papel distribuída pelo seu inteiro, é um padrão que corresponde à massa do papel, logo quanto maior as gramas, maior a espessura do papel.

Essa medida oficial expressa em g/m², (gramas por metro quadrado), permite aos que vão comprar papel identificar a espessura por sua gramatura, já que os mais leves são finos e gradativamente engrossam conforme aumenta seu peso.

GRAMATURA vs ESPESSURA

É importante destacar que gramatura e espessura são formas diferentes de mensurar papeis.

A gramatura do papel corresponde à massa do papel ou peso por metro quadrado, já a espessura se refere à distância entre as duas faces da extensão do papel ou sua grossura, geralmente é medida com uma ferramenta chamada micrômetro, (instrumento metrológico capaz de aferir as dimensões lineares de um objeto com precisão da ordem de micrometros, que são a milionésima parte do metro).

GRAMATURA: 90 g/m²

São os papéis mais utilizados em impressoras comuns, como sulfite, offset e kraft -, usados geralmente para impressão de timbrados e envelopes.

GRAMATURA: 115 g/m²

Adequado para cartazes, panfletos, timbrados e folhetos de baixo custo.

GRAMATURA: 150 g/m²

É ideal para projetos com mais resistência, como folders, flyers, capas de revistas, catálogos e também panfletos/folhetos com atributos elevados, materiais estes de maior manipulação e uso.

GRAMATURA: 250 – 300 g/m²

Mais pesadas, essas gramaturas são utilizadas para cartões de visita, cartões postais, pastas onde a superfície precisa ser de extrema resistência e também usa-se em convites.

GRAMATURA: 350 g/m²

Papel cartão utilizado  para embalagens.

 

15 jul

Qual a diferença entre Flyer, Panfleto e Folder?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre a diferença entre esses três impressos. O que escolher, PanfletoFlyer ou Folder? É importante definir corretamente suas características para evitar erros de criação e produção. Cada impresso tem as suas particularidades, assim cada um contribui de forma distinta para a sua comunicação.

PANFLETO / FOLHETO

Folheto ou Panfleto são próprios para divulgar seu evento em grande escala.

Esse termo é utilizado para nomear peças simples impressas em grandes ou pequenas tiragens também. Para grandes tiragens a vantagem do panfleto é menor tempo na impressão, facilidade de produção e melhor custo benefício. Por isso, esse tipo de peça é utilizado em estratégias de divulgação massiva, com pouca personalização e de comunicação imediata.

Sua utilização mais comum é na divulgação de lançamentos e promoções, tais como, feiras, eventos e ações em massa como campanhas políticas entre outros.

FLYER

Flyer, ideal para divulgar sua empresa, produto ou serviço.

Essa peça surgiu com o desenvolvimento da publicidade moderna nos centros urbanos, as empresas buscavam anunciar rapidamente seus produtos e serviços. O Flyer nada mais é que uma evolução dos panfletos simples.

Costumam ser mais refinados que os panfletos, impressos em pequenas e grandes quantidades, em papéis de maior gramatura, com um conceito visual mais apurado. Um exemplo de Flyers é de inaugurações de empreendimentos imobiliários, marcas de bebidas que costumam criar coleções, com imagens impactantes e acabamento diferenciado, ou uma empresa pode usar do Flyer mais bem acabado para divulgar seus serviços.

FOLDER

Folders são usados para divulgar algo com bastante informações.

Em resumo, o Folder é um Panfleto com dobras. Evidente que o Folder é uma peça ainda mais refinada que o Panfleto ou o Flyer, o que irá exigir maior investimento em design, mas por outro lado, permite maiores possibilidades criativas.

Um folder pode ter apenas uma dobra, como quatro páginas, dobra sanfona, o que o permite conter uma quantidade maior de informações. Portanto é excelente para apresentações corporativas e lançamentos de produtos. É impresso para divulgar seu negócio, conteúdos educacionais e produtos de consumo.

12 jul

Cartão Digital Interativo o que é?

Os cartões de visita interativos surgiram para você poder salvá-los em seu celular de forma simples, sempre que precisar, e enviar quando quiser.

Cartão de visita digital interativo é uma forma simples e eficaz para divulgar informações de empresas ou marcas. O arquivo é no formato PDF, contém links que direcionam quem recebe imediatamente para o site de uma empresa, de uma pessoa, redes sociais ou para uma janela de conversa, possibilitando diferentes formas de comunicação com clientes. Além disso, o arquivo pode ser enviado de forma fácil via WhatsApp ou e-mail.

Futuro e presentes Juntos

O que devo colocar no cartão de visita digital interativo?

O cartão de visita é a sua vitrine, então, imagine que ele deve ser arrojado, moderno, bonito e conter um pouco de cada produto/serviço mais importante do seu negócio.
O seu Cartão Interativo pode contar com links para:

Redes sociais
Site
Blog
E-mail
Vídeos
Telefone Celular
Endereço com mapa

Faça uso de poucas imagens preferencialmente, para assim evitar muita poluição visual; não faça texto grande, seja objetivo, defina as informações mais importantes, o excesso ou a falta de informações pode ser prejudicial. O compartilhamento do cartão é ilimitado, você não corre o risco de perder a oportunidade de contatar possíveis leads ou construir uma rede de networking.

Mas como criar um Cartão Digital Interativo?

Defina as informações mais importantes! O excesso ou a falta de informações pode ser prejudicial na hora de fechar a venda. Coloque somente o essencial para que o cliente ou parceiro de negócio consiga te contatar. Gerar melhores oportunidades de negócios, por ser digital, você pode compartilhar os seus cartões com pessoas distantes de você. Assim, o seu networking se torna mais abrangente e não se restringe apenas a quem está próximo, neste momento é muito importante, devido ao distanciamento social!

1 – Sem custo de impressão 2 – Uso ilimitado 3 – Fica no celular do cliente 4 – Botões interativos 5 – Ecológico

Precisando de cartão interativo entre em contato conosco, ficaremos felizes em poder ajudar.

01 jul

Glossário Gráfico

Principais termos gráficos utilizados.

4×0:Termo utilizado para identificar que a impressão terá 4 cores na frente (CMYK) e nenhuma impressão no verso.

4×1: Termo indicado para para identificar que a impressão vai ser 4 cores na frente (CMYK) e 1 cor (normalmente preto) no impressão no verso.

4×4: Termo utilizado para identificar que a impressão terá 4 cores na frente (CMYK) e 4 cores no verso (CMYK).

A2: É o dobro de uma folha A3. Possui 420x595mm.

A3: É o dobro de uma folha de ofício. Possui 297x420mm.

A4: É o tamanho de uma folha de ofício. Possui 210x297mm.

A5: É a metade de uma folha de ofício. Possui 148x210mm.

Alinhamento: Forma de organizar objetos em uma tela. O alinhamento pode ser à direta, à esquerda, centralizado, etc.

PDF: Portable Document Format, a sigla PDF significa Formato de documento Portátil, e refere-se a um formato de arquivo utilizado para exibir e compartilhar documentos de maneira compatível, livremente de softwares, hardware ou sistema operacional.

PDF/X-1a:  versão do PDF destinada para impressão gráfica.

Sangria: Linha que marca a sobra existente em um arquivo gráfico. Tem o intuito de evitar que haja um espaço em branco nas bordas do produto caso o seu refile não seja realizado de maneira precisa.

Gramatura: Unidade de peso que considera as gramas por metro quadrado (G/M²). É utilizada para distinguir papéis de acordo com sua espessura. Quanto maior a gramatura, maior a espessura.

Tratamento de imagem: Correção de detalhes como cor, luminosidade e textura em uma imagem por meio de um software gráfico.

Vetor: Elemento produzido em softwares gráficos. Em vez de ser integrado por pixels, ele é composto por cálculos matemáticos e pode ser aumentado infinitamente. É uma imagem gráfica mais leve.

Arquivo aberto: Arquivo editável e salvo no formato do software em que foi criado.

Arquivo fechado: Arquivo salvo para impressão de maneira não editável.

Marca de corte: Linhas utilizadas em softwares gráficos para delimitar onde o layout será cortado após impresso.

Overprint: Impressão sobreposta.

Pantone: Empresa responsável pelo desenvolvimento do sistema de cores mais utilizado globalmente. As suas cores são usadas por códigos e existem opções especiais que não são parte da impressão padrão em CMYK.

Bitmap/BPM: Traduzido do inglês, quer dizer “mapa de bits”. Trata-se de uma imagem digital formada por pontos chamados pixels.

JPG/JPEG: Extensão que permite salvar imagens bitmap com alta resolução em tamanho compactado.

PNG: Do inglês “Portable Network Graphics”. É uma extensão que permite salvar imagens bitmap com uma boa resolução e baixa compressão. Diferencia-se por permitir transparências.

Resolução: Nível de qualidade de uma imagem. Geralmente é medida em DPIs.

DPI: Do inglês “dots per inch”, significa “pontos por polegada”. É uma forma de medir a resolução de uma imagem. É indicado que uma imagem possua no mínimo 300dpi para impressão, e 72dpi para uso digital.

Pixel: A menor unidade de uma imagem digital.

Fonte: Tipos de letra.

Layout: Peça final de uma arte gráfica.

ZIP: Trata-se de um formato de arquivo usado para compactação de dados armazenados no computador.

 

24 jun

Checklist:

O QUE CHECAR ANTES DE MANDAR UM ARQUIVO PARA A GRÁFICA

Na hora de imprimir seu material gráfico, alguns cuidados devem sempre ser tomados. Primeiramente, ele tem que ser impresso em uma gráfica de qualidade, para garantir um bom produto no final deste processo. Alguns quesitos técnicos têm que estar perfeitamente alinhados. Por isso, criamos um checklist necessário para conferir antes de enviar seu arquivo para a gráfica:

Criação do Layout

Edição das imagens e revisão

Cores

Prova

Criação.

Antes de iniciar a criação de um layout, o designer precisa entender qual é o objetivo desta peça e para qual público ele se destina. A importância do layout nos objetivos de marketing de propaganda e divulgação,  é muito importante. Portanto, desenvolver um layout de boa qualidade é uma regra básica para gerar resultados e fixar a marca junto ao consumidor final.

Edição das imagens e revisão.

Uma imagem de boa qualidade é de extrema importância na hora de desenvolver o trabalho, já pensou ter feito tudo isso e ver que a resolução das fotos está baixa só depois que o material já está impresso? Para que isso não aconteça, fique atento para que as imagens e os elementos gráficos tenham, no mínimo, 300 dpis. Checar as medidas da sangria e a margem de segurança. A sangria é todo elemento que excede a área do formato final impresso, dando espaço para que pequenas variações de corte não deixem falhas na impressão. Cada gráfica possui seu próprio “padrão de sangria”. O ideal é ter de 3 a 5 mm para cada lado da peça gráfica. Revise sempre a parte de conteúdo para que não aconteça erros de português.

COR

Existem vários padrões de cores utilizados no processo de uma criação, mas na hora da impressão o ideal é o CMYK muito utilizado nas gráficas – que compõe as cores ciano, magenta, amarelo e preto. Todas as imagens e elementos coloridos precisam estar em CMYK. A diferença entre os sistemas de cores pode causar uma grande mudança visual em seu material. Outro detalhe, fique atento na área que ele ocupa. Caso seja um espaço grande, prefira imprimir preto (K) 100% com uma pequena porcentagem em uma das outras cores – exemplo 20% de Ciano (C). Já em textos menores certifique-se que o preto é realmente preto: K 100% sem nenhuma outra mistura de cor.

PROVA

Antes de imprimir todo trabalho, é muito importante tirar uma prova do trabalho. O ideal é que todo o material, incluindo o conteúdo do texto, seja revisado anteriormente. A impressão da prova mostrará como ficará a impressão final e também para verificar eventuais alterações.

Se tiver dúvidas técnicas e que não abordamos neste texto entre em contato conosco e ficaremos feliz em ajudá-lo.

16 jun

O que é uma faca especial e como é usada?

Basicamente a faca é constituída de uma placa de madeira como base, lâminas em aço e pequenos blocos de borracha para amortecer o impacto causado no processo de corte e vinco. As lâminas da faca são de três tipos, sendo de corte, vinco ou  picote. Esta placa é encaixada em uma máquina que abre e fecha consecutivamente prensando o material entre a faca e uma plataforma onde é colocado o impresso um a um manualmente.

A confecção de uma faca é feita em cima de um desenho pré-definido que indica dimensões, áreas que serão de corte, vinco e picote quando o trabalho assim exigir.

Impressos simples não precisam de uso de uma faca, pois seu acabamento define-se em cortes retos (refile vertical e horizontal). Já em materiais mais complexos com cortes irregulares como curvas por exemplo, áreas do impresso que precisem de vinco, picote ou até mesmo um furo, faz-se obrigatório o uso de uma faca especial.

Embalagens são um exemplo de uso indispensável de uma faca. Elas contém áreas com cortes retos ou irregulares, curvas e vincos, tudo na mesma peça. Pode-se aplicar o seu uso em trabalhos mais elaborados como móbiles redondos ou irregulares, displays ou qualquer outro material que tenha um visual mais complexo e arrojado. Resumindo, a faca especial é para trabalhos especiais.

09 jun

Pasta com Bolsa

Lançamento na Fusion

Personalização é essencial na hora de se apresentar! Cause uma boa primeira impressão invista nas pastas com bolsa. A pasta com bolsa Interna, é uma excelente opção para que você possa guardar documentos ou fazer apresentações para reuniões com os seus clientes. A pasta com bolsa interna possui a opção de uma ou duas bolsas podendo ser confeccionada em vários formatos e cores. A vantagem de se utilizar a pasta com bolsa interna é a segurança e proteção de seus documentos e a formalidade de seu uso em uma reunião e divulgação da sua empresa por exemplo.

A pasta é impressa em 4 cores em papel triplex 300g, somente nas partes externas, ficando as partes internas e a bolsa sem impressão. O tamanho da pasta fechada é 22,5 x 31,5 cm e aberta 45 x 31,5 cm.

Nós da Fusion estamos inovando em nossos processos e serviços afim de acompanhar as necessidades do momento. Conheça nossas soluções para pastas e outros trabalhos.

01 jun

O Vinil adesivo

O Vinil adesivo segue tendência como alternativa para vendas e comunicação em tempos de pandemia.

Se você busca alternativas para melhorar suas vendas, e melhorar a identidade visual da loja ou escritório, consultório dos seus clientes, informar sobre cuidados da Covid ou sinalização em ambientes internos ou externos, temos alternativas para você:

Aposte no adesivo vinil! Uma opção versátil que oferece inúmeras possibilidades de personalização como cores, tipos de impressão e formatos. Pode-se aplica-lo em diversas superfícies, de preferência lisas e não porosas para maior e melhor aderência, superfícies essas que podem ser parede, janela, mesa, balcão ou chão entre tantas outras possibilidades.

Além de todas essas vantagens, os adesivos de vinil têm excelente durabilidade sem danificar a superfície na qual são aplicadas.

Hoje existe uma variedade deste produto disponíveis no mercado, tais como em vinil branco, fosco ou transparente, além das diversas técnicas de impressão. O vinil adesivo é um material altamente versátil e durável, oferece diversas possibilidades de aplicação, com ou sem recorte, dando ao consumidor amplitude na aplicação em projetos diversificados.

Nós da Fusion estamos inovando em nossos processos e serviços afim de acompanhar as necessidades do momento. Conheça nossas soluções para adesivo e outros trabalhos.

26 maio

Desafios

Desafios e tendência no mercado gráfico

Quando falamos em futuro da impressão podemos imaginar algo distante e demorado. O o cenário é diferente. A pandemia veio para bagunçar o nosso setor gráfico em linha crescente de evolução. Muitas empresas diminuíram o seu quadro de funcionários, reduziram as horas de trabalho ou infelizmente tiveram que fechar.

A pandemia trouxe mudanças no mercado, as grandes tiragens estão cada vez mais raras. Porém, a demanda por produtos personalizados, feitos de acordo com as necessidades de cada cliente, será cada vez maior, em vários setores.  É aí que a impressão digital tende a crescer.

O setor de embalagens é o mais próspero da Indústria Gráfica e foi o menos afetado pela crise que se agravou com a pandemia. Todo produto precisa de embalagem e, com a tendência do aumento do comércio eletrônico, esta  demanda por este produto será ainda maior.

CAPACIDADE DE SE ADAPTAR

Fusion cuida dos seus clientes no momento presente, mas está em busca do novo, da mudança, da adaptação e de se reinventar sempre. Nós Fusion temos muito orgulho da nossa história e como vivenciamos cada mudança seja na tecnologia, nos problemas, nas dificuldades mas também nas soluções , no comportamento, nos anseios e necessidade dos nossos clientes.

Conte sempre conosco.